27 de Aug de 2015

um desabafo de uma pessoa insegura

Eu podia tá fazendo um post totalmente alegre, mas eu precisava desabafar. Desde criança eu sou uma pessoa insegura, tudo o que eu fazia eu achava que não tava legal, colocava eu mesma pra baixo e sempre deixava a tristeza tomar conta. Fiz tratamentos com piscólogas, tentei eu mesma me controlar, me ajeitar… mas a insegurança ela persistiu, foi mais forte e eu fui fraca. Fraca. é uma palavra que eu não gostaria de ouvir, e nem de falar, mas sim fui Fraca. Deixei que ela me dominasse num nível que não consigo sozinha deixar. Preciso sim de alguém pra me ajudar, muitos podem achar baboseira, e frescura, mas preciso.

São tantos “se’s” e tantos porques, que eu não consigo descobrir sozinha. Mas sabe o que acontece quando você é insegura? tudo pode desmoronar, tudo pode acabar (como muitos falam, tudo tem um ciclo, tudo tem um fim) e ai é que mora o perigo, a insegurança pode trazer uma coisa em você nos dois sentidos: no bom e no mal, pode te fazer mais forte, talvez pelo medo você não faça coisas doidas e pense duas vezes, ou pelo medo excessivo, você deixa de viver. E infelizmente a minha insegurança é do mal, sabe aquela sementinha que foi plantada, e toda vez que ela ataca, pensamentos ruins, pensamentos maus invadem minha cabeça e ai vou te dizer o quanto é difícil tirar eles da minha cabeça, lágrimas começam a brotar, e ai desanda…

eu não sei se muitos passam por isso, mas é dificil achar alguém que entenda, se nunca passou por esses tormentos, é difícil. Eu passei por muitos momentos de desespero e de alegria, a insegurança te deixa meio bipolar ahah

Eu não quero que aos 40 anos eu perceba e mude, quero mudar agora, quero ser outra pessoa hoje, no presente e se para isso eu tenho que viver do zero, eu vou precisar passar por isso, eu to passando por um momento ruim na minha vida, mas acho que todos tem que passar ou irão passar. Hoje entendo o que está acontecendo, compreendo, porém é difícil passar por cima da insegurança.. eu preciso escrever para aliviar a tensão toda que existe em mim…

Eu estou batalhando, tenho certeza de que vou conseguir.. pode ser um post totalmente confuso, pode ser algo que pra você que está lendo não faça sentido ou se pergunte, porque ela ta postando isso, é que escrever sempre foi bom pra mim. Sempre me fez perceber coisas. Então não precisa comentar se não sentir a vontade de falar sobre o assunto, mas eu precisava colocar pra fora toda essa dor que a insegurança me traz. :(

Se caso esse blog começar a ficar triste demais, você como leitor tem o DIREITO de intervir ok?! <3 vamos combinar isso? ;)

Escreve desde os seus 12 anos, em diários, cadernos. Sempre gostou de expressar os seus sentimentos em palavras e em 2006 foi quando colocou essas palavras em um blog e não parou mais. <3

  • Beatriz Cavalcante

    Em 27.08.2015

    Eu te entendo muito bem Maíra. Nunca cheguei a ir em psicólogos e coisas do tipo mas as vezes tenho vontade. Eu também tenho alguns ciclos de insegurança, tristeza e coisas do tipo que vem de repente e de uma hora para outra. Acho que eu tenho uma tendência a ser um pouco depressiva porque eu estou sempre pensando no lado negativo. Ou pensando que não vou conseguir, que não vai ficar bom ou que poderia ser melhor. Tenho essa mania de me cobrar demais e de não botar muita fé em mim mesma e acho que esse é o maior problema de ser insegura. As vezes acabo perdendo chances de alguma coisa por ser tímida, insegura e pensar primeiro que não pode dar certo. Mas igual você eu estou tentando melhorar isso. Preciso começar a viver mais as coisas e deixar o medo de lado. Então te entendo muito bem. É muito difícil controlar essa situação e é sempre bom ter alguém para dar aquele empurrãozinho ou um abraço, e coisas do tipo. <3 Enfim, espero que essa fase ruim passe e tudo se encaixe novamente.

    Beijos!

    [Reply]

  • Nany

    Em 27.08.2015

    *Abraça forte a Maíra* Te entendo perfeitamente, eu sei o quanto é difícil manter os pensamentos positivos, sem nunca se deixar abater com nada, sem nunca se deixar esmorecer com as situações complicadas da vida. Não é fácil, realmente não é. Eu digo sempre que é um trabalho demorado, difícil, mas não impossível. Se não der certo, tentamos de novo, e ser falhar, tentaremos outra vez. Sempre tenho esse mantra comigo.

    Há alguns anos fui ao fundo do poço e voltei, e sei como é complicado isso. Hoje eu levo a minha vida da maneira que posso, sempre com os meus pensamentos positivos e não deixando me levar pelas tristezas que aparecem. Mas também sou realista e lembro que ninguém é de ferro e que uma hora ou outra vamos desanimar, ficar triste e se indagar o que falta, e o que ainda devemos fazer pra melhorar cada vez mais. Mas também me lembro que não podemos nos deixar consumir pelos pensamentos ruins que sempre nos cerca.

    Nunca desista, sempre persista na mudança boa pra você, se recicle e veja o que não te serve mais. Falo isso para muitas pessoas e pra mim mesma quando algo não tá legal. Quando eu percebi que não estava bem, o meu maior problema era esse, me sentir fraca na frente das pessoas. Mas não se envergonhe, jamais se envergonhe disso, afinal, é preciso ter coragem pra admitir que algo não está bem. Isso é necessário para que você possa se tornar uma pessoa mais forte e assim seguir em frente.

    ?

    [Reply]

  • Caio

    Em 27.08.2015

    E aqui está um cara que te entende, eu.

    Passo pelas mesmas coisas, e sei o quanto é difícil das pessoas te compreenderem, pra mim era pior, porque ser homem e passar por esse tipo de coisa é bem mais difícil, não por mim, mas pelas pessoas que acham que isso é “frescura”.

    Só entende essa depressão quem já passou por ela, quem a trata, ou quem está nela. E eu passei por isso, imagina você ser adolescente e “não sair de casa”? Eu vivia na internet, pq era o unico lugar no qual eu me sentia seguro, já que na web a gente pode ser quem a gente quiser, podemos ser nós mesmos e “não seremos julgados”.

    Eu e vc temo uma profissão “tensa” pra quem não tem auto-confiança: SOMOS DESIGNERS, e você sabe o quanto que precisamos de confiança no nosso trabalho, ainda mais quando trabalhamos com equipe e vc sabe que designer tem um “ego meio mariquinha” que adora malhar o trabalho dos outros (nem todos são assim, mas tem muitos assim)

    Então vc se sente mais mal até no trabalho, o que atrapalha muito a sua vida profissional.

    Eu ainda tenho as minhas inseguranças, e o maior medo sempre vai ser o de me apaixonar por alguém, já me apaixonei 3 vezes e ME FODI BONITO em todas elas, estou a mais de um ano fazendo tratamento para depressão, sem tomar nenhum remédio, apenas com terapias com a psicologa. E te indico! Já cheguei a falar sobre em uns posts do meu blog.

    Mas… Só vc pode se ajudar, e só vc pode pedir ajuda.

    [Reply]

  • Caio

    Em 27.08.2015

    Ah, aproveita e escuta essas 2 aqui, tem as traduções no vagalume e no terra :D

    https://www.youtube.com/watch?v=RbuwgdcnIQs

    https://www.youtube.com/watch?v=WklDJoIOpyQ

    :D

    [Reply]

  • Mayara Oliveira

    Em 27.08.2015

    Florzinha eu te entendo muito bem pois já passei por isso. E sabe qdo isso aconteceu? Qdo ia casar com meu primeiro namorado, festa linda toda pronta, apto mobiliado e em menos de um mês, tudo acabou… Traição, humilhação, agressão física… Tive que aguentar por algum tempo pq eu me achava fraca. Pensava que nunca mais ia conseguir ninguém. Sempre me achei feia demais, magra demais… até hj, apesar de ter melhorado um pouco rsrs ainda me sinto assim. Tanto que nem tiro muitas fotos. Fui realmente ao fundo do poço, mas consegui sair de lá no momento em que eu passei a pensar mais em mim e menos no que os outros iriam pensar sobre mim. Hj posso dizer que me sinto melhor, apesar de insegura. Tenho minha casa, meu namorido, minha profissão, meu blog rsrs E assim vou vivendo com fé em Deus. Me agarro Nele pois sei que tudo vai se acalmar. Saiba que eu gosto de ler postagens assim em blogs, faz com que vc sinta que a pessoa do outro lado é real entende? De carne e osso igual a vc. Torço por vc e sei que tudo irá passar… Sempre passa! Acredite em vc sempre!
    Fica com Deus :*

    [Reply]

  • Thay

    Em 27.08.2015

    Não chego a me considerar uma pessoa insegura, mas sei o quanto sou ansiosa e coloco muita pressão nas coisas que faço. Aí entra também o perfeccionismo, a vontade de não querer errar nunca e tudo vira uma bola de neve. Mas acho que o primeiro passo a gente já deu, né, que é reconhecer essas características nossas e tentar trabalhá-las da melhor maneira para que não atrapalhem a nossa vida. Força pra você, Maíra! ?

    [Reply]

  • Tatiana

    Em 27.08.2015

    Poxa, já passei por isso e por crises de ansiedade – e ainda passo – mas aprendi que a gente tem que tentar sempre expulsar esse tipo de pensamento da nossa cabeça, sabe? E não, nunca é fácil, mas uma hora você vai ver que tudo vai melhorar. Fica bem logo, viu? <3 Um beijo!
    Aliás, vim avisar também que marquei você numa tag. :)

    [Reply]

  • Filipe Machado

    Em 27.08.2015

    Você não imagina o quanto é forte por esse post. Reconhecer a nossa fraqueza e a humanidade é primordial e você fez isso. Sabe quantas pessoas tentam mentir para si mesmas colocando uma máscara de super(wo)man? Eu não sei, mas é um bocado. Mas você teve a humildade e coragem de dizer não para uma pseudo alegria virtual que a maioria gosta de se esconder por trás. Que eu também já gostei de me esconder… Confesso que já fui muito inseguro, e hoje, o que não tenho mais de insegurança, tenho de ansiedade. Mas sei que não posso vencer isso sozinho, e você, Maíra, precisa acreditar nisso de verdade. A fé me ajuda muito, mas também, ultimamente, tenho decidido me abrir mais com amigos, o que já foi muito raro. Sei que eles podem pelo menos fingir que se importam (ou realmente se importar), e isso ajuda muito. Mas nunca se esqueça: ser fraco é bom. E reconhecer-se assim demonstra nossa humildade. Pessoas autodenominadas fortes são prepotentes, arrogantes, orgulhosas, chatas e enganam a si mesmas. Não queira ser assim.

    [Reply]

  • AMANDA ALMEIDA

    Em 27.08.2015

    Oi Maíra …
    Flor eu te entendo. Não porque li o post, mas porque sou exatamente assim. Insegura e muitas vezes o meu medo me trava até mesmo de fazer coisas que seriam para meu benefício. Mas sabe, acho que até mesmo a gente que é insegura, temos nossos momentos de eureca. Esse post seu foi um desses momentos. Você sabe aquilo que te machuca e desabafar ajuda a dar uma respirada. Costumo dizer que a gente precisa matar um dragão por dia, às vezes dois, quem sabe três, mas não tenha medo de recomeçar. Eu já recomecei algumas vezes, cai outras porque sou humana, mas mesmo nos momentos em que eu estava mais triste, lá no fundo eu tinha a certeza que aquele momento, aquela angustia não iria durar pra sempre, por mais que no momento pareça. Te desejo força, e se precisar desabafar, desabafe. Estamos aqui torcendo por você, e quanto mais pessoas torcem e rezam por você, mais você vai percebendo que as coisas vão se organizando.

    Vi hoje que é seu aniversário, então, te desejo o melhor, que esse momento passe e que você possa recomeçar sem olhar pra trás. Olhe pra frente, todo dia é um presente e a cada dia temos a oportunidade de fazer diferente. Parece meio clichê e coisa de livro de auto-ajuda, mas é assim. Podemos recomeçar todos dias se preciso, mas não tenha medo. E mesmo se ele vir, vai mesmo sentindo ele. Vai valer a pena. Torço muito por você flor.

    Um forte abraço,
    Amanda Almeida

    [Reply]

  • Camilla

    Em 27.08.2015

    MIGAAA tu é tão anmravilhosa e há tanto tempo (desde quando te conheço hahahaha), nao precisa se sentir assim. sei q esse é o tipo de conselho genérico, mas tipo… olha o teu tcc! aquilo foi magico. olha seus designs, olha tudo o q vc faz tao bem!
    eu tbm sou nao apenas insegura mas ansiosa, so que pra tentar reverter sempre tento ver as coisas legais q faço e fazer ainda mais.

    bjos!

    [Reply]

  • Marcela

    Em 27.08.2015

    Insegurança é uma bosta mesmo, Maíra, mas sabe, reconhecer já é o primeiro passo pra lutar contra isso. O segundo passo é ter força pra dar o terceiro passo. hahah parece piada mas é verdade, você é a única pessoa capaz de dominar isso e, pelo pouco que te conheço, você é forte e você vai conseguir. beijos!

    [Reply]

  • Ágata Bresil

    Em 27.08.2015

    Não vou intervir no seu desabafo porque acho que todos temos o direito de ficar meio borocrochô de vez em quando, o que quero que você saiba é que todas passamos por isso es e você se esforçar pra se amar e aceitar quando as coisas não vão do jeito que você gostaria, talvez isso melhore. Eu to cheia das inseguranças ultimamente, mas sempre tenho meus momentos felizes em que esqueço de tudo e é nesses momentos que você tem que buscar inspiração pra ser sempre assim: segura.

    Ah! Parabéns viu? Aniversário é coisa pra botar sorriso no rosto e dançar macarena. Muita saúde.

    Beijos.

    [Reply]

  • Luly

    Em 27.08.2015

    Recentemente eu me descobri uma pessoa completamente insegura para alguns aspectos da vida… Poucos, mas alguns. E está sendo horrível.
    Acho que o pior disso tudo é que a insegurança nos impede de fazer coisas e não tem arrependimento pior do que aquele que você sente por NÃO ter feito as coisas.
    Quando você faz e dá errado é ruim, mas pelo menos você sabe como foi uma das possibilidades. Não tentar não te deixa conhecer nenhuma delas, e é a maldita da insegurança que nos impede de tentar.
    Eu sei que parece fácil falar, mas estou falando como uma pessoa que está tendo muitas dificuldades e precisa superar isso: tenta tirar os pensamentos negativos da cabeça o máximo que puder. Eles são fortes, ficam tentando a todo custo invadir a mente no lugar dos positivos, mas se você se esforçar (muito) vai conseguir virar o jogo. E aí não vai ter mais medo de tentar.
    E, mais uma coisa… Não sei se é seu caso, mas pra mim tem ajudado ser um POUQUINHO egoísta. A vida toda eu só fiz o que os outros esperavam de mim, agora tenho tentado fazer o que quero também e tá sendo ótimo pra superar isso tudo!

    [Reply]

  • Clay

    Em 27.08.2015

    Acho que o espaço é seu e você tem que compartilhar como está, não deixarei de visitar você, mas fico chateada em te ver mal mesmo não te conhecendo..

    Eu sou uma pessoa insegura, mas não da forma que você se descreveu. Tenho meus momentos de dúvidas (quase sempre) e fico com medo de arriscar, tentar e me antecipo antes da hora, ou seja, justa insegurança com pessimismo.. =/

    Desejo de coração que você fique bem e consiga lidar com isso da melhor forma possível
    Precisar de algo é só chamar
    Beijos

    [Reply]

    Caio Reply:

    Concordo!

    [Reply]

  • Lívia

    Em 27.08.2015

    Olha, quando criança e até hoje, eu diria, tudo o que eu fazia, acabava achando que não estava bacana porque, né, tinha que ser perfeiro. Só bom não bastava.
    COmo você falou, realmente a insegurança é uma via de duas mãos, mas não tenho dúvidas de que o lado ruim pesa mais, sabe? Deixar de fazer coisas por medo do que os outros possam pensar…
    E você vai conseguir, sim, maíra! o primeiro passo é detectar que você não gosta de se sentir assim, insegura, e ir atrás de fazer algo pra mudar, que te deixe mais confortável.
    Um beijo! E prometo gritar se você fica rmuito deprê por aqui, ok? rs
    Força, menina!

    [Reply]

  • Débora

    Em 27.08.2015

    Sabe, posso dizer nesse momento que lhe entendo perfeitamente e divido do mesmo sentimento de insegurança. Porém, ainda que eu fale isso, sabemos que a insegurança não é a mesma para ninguém, assim que da mesma forma o tratamento. Confesso, sou muito insegurança, fico com receio de dar um passo e cair e me machucar profundamente e não ter como voltar e me reconstruir. Me desanimo muito fácil, palavras me fazem desistir e diante de toda decisão decidi confiar em D-s. Não vou dizer que sou insegurança, ainda sou, mas agora mesmo se eu errar eu tento dizer para mim mesma: Isso foi para você crescer, um machucado que vai cicatrizar logo. Acho que você precisa começar encarrar dessa forma, se colocar diante do espelho e conversar consigo mesma, dizer o que sente mais abertamente durante o seu dia-a-dia, pois é você que cultiva sua própria insegurança, você precisa encontrar dentro de você uma parte que está perdida e vai te fortificar. Calma, não é de uma hora para outra, mas tudo é aos poucos, igual um castelo de lego que vai se construindo na nossa infância, mas saiba que quando a insegurança bater ela pode o quebrar e quando você pisar pode se machucar, mas também lembre que ainda pode insistir em construir novamente e ser mais atenta. Não deixa a insegurança te desanimar.

    Clichê de Escritora

    [Reply]

  • Sheila

    Em 27.08.2015

    Olá, não consegui enviar o formulário de contato. Gostaria de saber se você ainda aceita encomenda de layouts. Bjos e obrigada

    [Reply]

  • Priih

    Em 27.08.2015

    Poxa Ma, não sei ao certo o que aconteceu, mas me identifiquei 100% com seu post. Sou uma pessoa absurdamente insegura e também já escrevi vários posts sobre isso, contando meus problemas e minhas reviravoltas. A insegurança acaba com a gente, destrói nossas expectativas, fere nosso humor e complica a nossa vida de forma horrível.
    Se eu for colocar no papel e pensar sobre minha vida pessoal e realização profissional, eu tenho 24 anos e ainda dou passos de tartaruga, se comparado com minhas amigas e amigos que já estão muito mais a frente. Minha insegurança atrapalha até minha auto confiança – talvez seja por isso que eu esteja solteira há anos.
    Mas sempre tem uma forma de darmos a volta por cima. Uma coisa de cada vez. E o apoio de pessoas que a gente ama sempre ajudam a reconstruir nossa vida. Por isso, se precisar desabafar, pode contar comigo! Espero que o que você esteja passando não dure muito, e que a Maíra alegre e alto astral que eu conheço volte com tudo, ainda mais confiante. Você não está sozinha, Ma. Lembre disso.

    Beijos <3

    [Reply]

  • rayssa

    Em 27.08.2015

    Me identifico muito com seu texto. Complicado quando a insegurança ataca e você se sente perdido e só vai se colocando cada vez mais para baixo. Pior é quando as pessoas em sua volta (próximas) não te entendem e te atacam :(. Só que da para aprender a deixa-la de lado, são passos lentos para conseguir mais dá! Aprendi isso muito na faculdade e na vontade que tenho de ter minha própria vida e seguir o que eu quero para mim :D. Não desista, uma hora vai dá tudo certo e você vai passar por tudo isso ^^.

    Lindo seu blog :3

    beijos

    [Reply]

  • Leticia

    Em 27.08.2015

    lembrei de how i met your mother e as famosas intervenções (vc assistiu?)

    insegurança é uma bosta. Com o perdão da palavra, mas não achei termo melhor. Acho que o primeiro passo vc já deu, colocando tudo pra fora e ~assumindo~ o que anda sentindo. Fica bem mais fácil resolver o problema sabendo que ele existe.

    Tenta não deixar isso te dominar. Adorei o blog, vou voltar aqui pra visitar e se tiver triste vai rolar intervenção! Bjs

    [Reply]

  • Ohara

    Em 27.08.2015

    Sou uma pessoa igual a vc e te entendo perfeitamente.
    Até agora um monte de gente me critica, a coisa é complicada.
    Cheguei no mesmo ponto que vc a um tempo atrás.
    Ainda nao consegui dar o tal primeiro paço e até eu acho que inseguransa é uma praga.
    É isso e mais nada a declarar ç.ç

    [Reply]

  • Jéssica Teles

    Em 27.08.2015

    Oi Maíra, quaaaanto tempo! *-*
    Nossa, me identifiquei tanto com esse seu desabafo e fiquei contente por saber que você está acompanhando a minha nova jornada. São momentos difíceis, mas de crescimento e muiiito amadurecimento.
    É bom estar de volta! Saudades linda!

    Beijos!

    estranhoparaiso.wordpress.com

    [Reply]

CommentLuv badge